Ficou Interessado?

Blog

Veja como aplicar a cadeia de valor na gestão de processos

Para manter uma gestão efetiva, com processos bem mapeados e maior qualidade dos produtos e serviços prestados aos clientes, é importante ter uma cadeia de valor estratégica. Isso porque se trata da integração das operações que a empresa, permitindo uma análise mais precisa da percepção dos consumidores e, assim, implementar ações capazes de tornar o negócio mais competitivo.

Pensando nisso, elaboramos este artigo para mostrar a importância da cadeia de valor, seus benefícios e como aplicá-la como forma de alcançar melhores resultados. Boa leitura!

Para que serve a cadeia de valor?

Com a aplicação da cadeia de valor, a empresa consegue criar estratégias que vão potencializar os processos ao entender quais são as etapas de produção capazes de agregar valor aos produtos e serviços.

Dessa forma, consequentemente, as operações de apoio podem ser reestruturadas e aprimoradas, o que vai causar impactos diretos nas questões financeiras e econômicas da companhia. Assim, o negócio oferece mais valor aos produtos e serviços disponibilizados aos clientes, o que leva a um aumento de competitividade, bem como aumento dos lucros e rentabilidade.

Quais processos fazem parte da cadeia de valor?

Existem alguns elementos que integram a cadeia de valor. A seguir, veja quais são!

Atividades primárias

Independentemente do ramo de atuação da companhia, existem algumas atividades consideradas primárias:

  • logística interna: engloba a compra de matéria-prima, relacionamento com os fornecedores, contratação de serviços e aspectos decisivos para a criação de valor;
  • logística externa: trata-se das atividades ligada à entrega de produtos e serviços aos clientes;
  • operações: envolve as máquinas, equipamentos, embalagens, manutenção, testes e tudo que é utilizado para se transformar em produto final;
  • marketing e vendas: são os processos usados para atrair e captar os consumidores;
  • serviços: são as tarefas que mantêm e aumentam o valor dos produtos e serviços depois da compra, também chamada de pós-vendas.

Atividades de apoio

Os processos de apoio auxiliam os processos primários. Veja como funcionam:

  • gestão de recursos humanos: são processos de recrutamento e seleção, gestão de pessoas, departamento pessoal, treinamento e desenvolvimento;
  • infraestrutura: é caracterizada pelos sistemas de apoio para manter as operações, englobando gestão legal, contábil, financeira, administrativa e demais;
  • aquisição/compras: são as operações que suprem necessidades de recursos que a companhia tem para manter a operação e produção, por exemplo, procura por fornecedores, compras de matéria-prima, entre outros;
  • desenvolvimento tecnológico: trata-se do processo responsável por intervir nas atividades primárias com tecnologia, automação, otimização e demais ferramentas inovadoras

Margem

Como já foi dito, a cadeia de valor abrange as atividades primárias que geram custos e valor para o cliente final, bem como as atividades de apoio que ocasionam nas despesas do negócio. Quando o valor gerado é consideravelmente maior do que os custos e despesas, originários de uma gestão eficiente, a companhia terá uma boa margem de lucros.

Para que serve a cadeia de valor e quais seus benefícios?

Uma cadeia de valor efetiva proporciona uma série de benefícios. A seguir, veja quais são os principais!

Aumento da vantagem competitiva

Por meio da cadeia de valor a empresa consegue entender exatamente onde minimizar os custos e despesas sem impactar na qualidade de produtos e serviços. Quando os processos geram valor a um custo mínimo, surge a vantagem competitiva sobre os concorrentes. Nesse cenário, o negócio ganha autoconhecimento das suas próprias operações.

Controle mais efetivo das finanças

Com a aplicação da cadeia de valor, a empresa mantém um melhor controle sobre os custos e despesas de um negócio. Ao identificar quais são as atividades primárias e a de apoio, além das vinculadas a cada uma delas, fica mais fácil estabelecer orçamentos mais precisos.

Também é possível cortar gastos de forma que ocorra perda na qualidade, nos prazos de entrega e no relacionamento com parceiros e fornecedores. Ou seja, é um caminho para ajudar na elaboração de um controle orçamentário.

Diminuição dos imprevistos

Ao reduzir os gastos e despesas desnecessárias, além de aumentar a margem de lucro, também é possível manter o negócio preparado para eventuais oscilações do mercado.

Por exemplo, vamos supor que um aumento no preço do petróleo colocasse os preços dos combustíveis bem altos. Quando reduz a demanda por insumos, a empresa de entregas adquire recursos e, ainda, minimiza a exposição aos fatores externos.

Decisões mais assertivas

Com o avanço da tecnologia e a transformação digital, muitas ferramentas podem ser implementadas como forma de coletar e analisar dados, possibilitando tomadas de decisões mais assertivas e baseadas em dados concretos.

Afinal, quem se encontra à frente de uma cadeia de valor precisa de informação para definir o que fazer, como, quando, onde e com quem. Ou seja, com a avaliação dos resultados alcançados e demais números do negócio, é possível conquistar um feito incrível nas operações.

Como aplicar a cadeia de valor na gestão de processos?

Para aplicar a cadeia de valor e conquistar uma gestão de processos mais eficiente, é importante contar com algumas estratégias para que o seu emprego seja feito da forma mais vantajosa possível.

O primeiro passo para implementar essa atividade com sucesso é contar com colaboradores que tenham a competência necessária para mapeá-la corretamente. Nesse caso, é possível contar com parcerias em serviços de auditoria e consultoria que vai realizar a função de avaliar a qualidade dos serviços prestados e identificar quais são as entradas e saídas na empresa.

Além disso, é importante contar com uma equipe qualificada e com o conhecimento apropriado em gestão de processos, agregando ainda mais valor da aplicação de cadeia de valor no negócio.

Esses funcionários poderão, ainda, reestruturar processos que não estejam atingindo os resultados esperados, potencializar processos responsáveis pela geração de valor, ajudar no planejamento estratégico e demais.

Agora que você já sabe o que é cadeia de valor, sua importância, principais benefícios e como implementá-la, aproveite as dicas apresentadas para aplicá-la na sua empresa. Dessa forma, você vai conseguir resultados cada vez melhores e capaz de tornar o negócio cada vez mais competitivo.

Achou este artigo interessante? Então, aproveite a sua visita no blog para entender as vantagens do ERP personalizável para o seu negócio!

Newsletter

Newsletter

Cadastre-se para receber