Ficou Interessado?

Blog

Tecnologia no agronegócio: 7 dicas para aumentar a produtividade

O ganho de produtividade é um desafio constante para quem atua no Agronegócio. Assim, buscar soluções deve ser uma preocupação não somente para garantir a qualidade dos processos, mas também para acelerar o crescimento no setor.

A tecnologia no Agronegócio, utilizada de maneira estratégica, pode trazer diversos benefícios, oferecendo ao empreendedor condições para alcançar seus objetivos com mais facilidade e um menor tempo.

Nesse sentido, a cada dia, novas soluções são apresentadas e permitem ganho de eficiência para os mais variados processos. Ficou interessado? Então, conheça algumas dessas ferramentas e veja como elas podem ser úteis na sua atividade.

1. Incremente a agricultura de precisão

A agricultura de precisão é um sistema integrado que envolve tecnologias e informações capazes de gerenciar a produção agrícola com maior exatidão, evitando desperdício e, consequentemente, aumentando o lucro.

Com esse recurso, o produtor pode contar com um gerenciamento agrícola composto por soluções que permitem administrar o campo de produção com mais precisão.

Assim, é possível ter a racionalidade como uma aliada, uma vez que o sistema apresenta informações como quanto e onde deve ser utilizada a quantidade ideal de insumos para certa atividade. Essa é uma forma de ganhar em produtividade e operar de maneira sustentável, sem desperdícios e com baixos custos.

2. Invista em um software de gestão

Se existe um recurso que tem se mostrado fundamental para diferentes tipos de empreendimentos, em especial para o Agronegócio, é o software de gestão agrícola. Com ele é possível racionalizar a utilização de equipamentos e insumos, controlando, por exemplo, o uso de combustível e de fertilizantes.

Além disso, esse recurso oferece maior qualidade no controle de pragas e da produção como um todo, diminuindo riscos e trazendo considerável melhora em termos de rentabilidade econômica. Com a racionalização de processos e melhor gerenciamento de operações é possível também simplificar o sistema de exportação e importação.

Já o ERP é um software de gestão que permite estruturar áreas essenciais da empresa como o dos setores Financeiro e Contabilidade. Dessa forma, é possível centralizar o trabalho com informações e dados que vão desde o controle do estoque até o de Compras, por exemplo.

Existem empresas que precisam ampliar o controle além do back office, demandando atribuições especiais. Assim, além das funções tradicionais do ERP, há ainda sistemas que oferecem soluções personalizadas para o Agronegócio. Esses softwares são capazes de criar aplicações que resolvem dificuldades de gestão específicas do segmento, como o processo de exportação, muito comum na fruticultura brasileira, e ainda permitem uma visão 360 do negócio.

fale conosco para solicitar demonstração do nosso ERP

3. Utilize drones

Se você pensa no drone como um brinquedo, acredite: ele vai muito além disso. O drone, na realidade, é um pequeno avião não tripulado, mas que é dotado de uma potência capaz de fazê-lo carregar câmeras e demais equipamentos modernos.

Essa engenharia permite que os drones façam o mapeamento de um terreno e, consequentemente, ofereçam uma série de análises. As informações obtidas podem ser transformadas em mapas 3D da área de cultivo, oferecendo recursos úteis para o agronegócio.

Fazendo o rastreamento de áreas agrícolas é possível conhecer a topografia de um terreno e até detectar pragas e fazer a contagem de gado com maior facilidade.

4. Invista no controle de irrigação

É bom lembrar que a irrigação envolve uma série de elementos, como o clima, o tipo de cultura e de solo. Sendo assim, é preciso avaliar soluções que sejam capazes de considerar todas essas variáveis.

Com a tecnologia, você pode controlar a umidade do solo de maneira contínua e automática. Parece interessante? Pois saiba que determinados sistemas conseguem também acompanhar a água retida no solo e, uma vez identificado um nível que ofereça riscos para a plantação, ele aciona imediatamente a irrigação.

Tudo isso gera economia, evitando desperdícios que podem levar a gastos desnecessários, bem como danos ao meio ambiente e até o surgimento de doenças. Como o sistema agrícola simplifica processos e economiza em mão de obra, ele se apresenta como uma alternativa importante para garantir maior produtividade.

5. Aposte em plataformas online

O trabalho com plataformas tem simplificado milhares de negócios no país. Em função da evolução da Cloud Computing, já existem no mercado soluções modernas e que facilitam tanto a vida de quem produz quanto a de quem consome, e é assim também no que diz respeito à agricultura.

Plataformas online permitem otimizar consideravelmente a etapa da comercialização no setor agrícola, fundamental para que o departamento comercial atue de maneira mais bem estruturada, integrada e ágil. Por meio delas, tanto agricultores quanto clientes podem comprar e vender grãos de consumo, sementes e insumos sem sair de onde estão.

Essa solução permite que negociações e transações sejam aperfeiçoadas e ganhem em segurança, otimizando processos e aumentando a produtividade.

6. Implante o controle de estoque

Utilizando softwares específicos você tem como conhecer melhor o seu campo de produção. Basta trabalhar com programas que verifiquem a sua real capacidade para a distribuição de insumos, tornando a produtividade uniforme. Essa é uma alternativa válida que visa a correção de práticas que podem levar a imprevistos na colheita.

Aplicando insumos no local adequado e no momento certo, sempre respeitando as quantidades ideais, as chances de faltar matéria-prima ou outros insumos são reduzidas consideravelmente, tornando seus processos mais precisos.

Com um software de controle de estoque para a gestão do agronegócio é possível ter uma dimensão exata a respeito de quais são os momentos ideais para investir ou para conter gastos com a devida segurança.

7. Utilize controles biológicos

As pragas são facilmente identificadas como a origem de boa parte dos problemas do produtor rural. Nesse sentido, a biotecnologia tem se apresentado cada vez mais como uma importante aliada na busca pelo desenvolvimento do agronegócio no país. Isso porque, com ela, é possível contar com soluções como a produção de agentes (ovos, parasitoides e vespas), visando o controle biológico de pragas.

O controle biológico como solução representa uma vantagem em especial para as empresas: a garantia de investir em sustentabilidade. Utilizando agentes, torna-se desnecessário trabalhar com inseticidas, garantindo maior qualidade de vida para a equipe,e evitando a poluição do ecossistema.

Enfim, sabemos da demanda pelo aumento da produção agrícola. Apesar disso, não é tão simples conseguir novos espaços para plantio, o que exige que a produção por m² seja ampliada. Para tanto, o caminho viável é investir em soluções tecnológicas, capazes de aumentar a produtividade e, dessa maneira, fazer dos processos um diferencial no agronegócio.

Agora que conheceu nossas dicas sobre tecnologia no agronegócio, não deixe de conferir também qual é o papel do Business Inteligence na sua empresa. Vamos lá!

clique para baixar guia de integração e automação de processos