Ficou Interessado?

Blog

Funcionalidade do Pirâmide proporciona maior controle de bens das empresas

A OSI do sistema de gestão da Procenge consegue filtrar e gerar relatórios fundamentais para acompanhamento da realidade da companhia e tomada de decisão

Já se foi o tempo em que o controle patrimonial era visto como um processo burocrático dentro das empresas. Realizar esse controle, além de ser uma exigência da legislação brasileira registrada nas demonstrações contábeis, é uma oportunidade para atender as necessidades do negócio e usar essas informações de forma estratégica. Uma das funcionalidades do Pirâmide, ERP desenvolvido pela Procenge, chamada OSI (Ordem de Serviço de Investimento), garante o controle fino dos bens. Ela faz parte do módulo de compras do sistema e é usada nos processos como solicitação de aquisições, cotação, contrato, Autorização de Fornecimento (pedido de compra) e nota fiscal. Também pode ser usada no módulo de estoque (na requisição de materiais), e no módulo ativo com os bens gerados, sendo possível extrair relatórios para consultas, o que garante aos gestores acesso a informações determinantes para o processo de tomada de decisões, reduzindo riscos e incertezas financeiras.

Segundo Viviane Siqueira, consultora de implantação do Pirâmide, o uso da OSI nas empresas é recomendado para companhias que acompanham e controlam valores de ativos em curso, apurando o custo de cada projeto em função da necessidade de acervo de informações, como as que atuam na área da construção civil, companhias de água, gás e energia.

OSI-Controle de bens-Viviane Siqueira

Viviane Siqueira, Consultora de Implantação

“Na compra de serviço, a OSI já pode ser informada na solicitação de compras e poderá ser levada para todos os processos do fluxo até o recebimento da Nota Fiscal, integrando ao módulo ativo já com as informações necessárias. O mesmo acontece no módulo de Estoque, onde acontece o processo de requisição de material. Ao informar a OSI, o bem é gerado também com as informações necessárias”, explica.

A consultora ainda destaca que, utilizando a OSI no registro das informações ao longo de toda cadeia é possível usá-la como filtro no módulo ativo e realizar ações como o tombamento, a aglutinação e até mesmo a movimentação de todos os bens.

 

 

A OSI é formada por cinco campos que devem ser preenchidos: código do município pela tabela do IBGE; localização (endereço físico); tipo de patrimônio (pré-cadastrado/personalizado, variando de acordo com o segmento); ano de início do projeto e o projeto. O filtro de OSI está presente nas telas dos processos (estoque, compras e ativo), e nas telas de relatório do ativo. Antes, só era possível identificar o bem por localização. Com a OSI, o filtro pode ser cada vez mais específico, a depender da necessidade que se tem de controlar o patrimônio.

 

OSI_Pirâmide_Controle de Bens

Funcionalidade OSI no Pirâmide, ERP da Procenge

“Para a construção de uma rede de distribuição de gás em uma cidade, por exemplo, a empresa adquire serviços e materiais e detalhará essa obra por meio das OSIs. Cada uma terá informações das ruas a serem construídas. Tudo que for comprado (serviço) e requisitado (material) será gerado um ativo e, no módulo do ativo fixo, será possível fazer o filtro por OSI e saber todo o investimento feito por rua ou pela totalidade da obra”, exemplifica Viviane. O filtro também pode ser feito pelos outros parâmetros (projeto, localização, tipo de patrimônio etc.).

 

A partir da funcionalidade do OSI, as empresas que, além do ERP ou outros sistemas de gestão, ainda usam planilhas, para ter um controle mais detalhado dos bens da empresa, ganham um novo aliado na gestão dos ativos. Pelo próprio Pirâmide o controle é completo. “Usando apenas o nosso sistema, o gestor terá menos trabalho, menos erros e mais controle por todas as informações estarem contidas e integradas em um único local”, finaliza.

 

SOBRE A PROCENGE

A Procenge é uma empresa de TI com 49 anos de mercado e faz parte do Porto Digital. Sua especialidade é desenvolvimento de soluções de gestão empresarial personalizadas e integradas. O seu foco é colaborar com os clientes para transformar seus processos de forma inovadora, com ganho de eficácia e melhores controles, gerando resultados sustentáveis. Sua principal solução é o Pirâmide 360, uma plataforma de gestão personalizável com um completo ERP, capaz de atender às necessidades de transformação digital das empresas com flexibilidade, agilidade e custo reduzido. Saiba mais em www.procenge.com.br.