Ficou Interessado?

Blog

Entenda como funciona o processo produtivo de usinas sucroalcooleiras

Sendo o maior produtor de cana-de-açúcar do mundo, o Brasil é referência quando o assunto é o processo produtivo de usinas sucroalcooleiras. Seja no cafezinho do dia a dia, no carro movido a etanol ou em várias situações, essa cadeia produtiva movimenta a economia, gera empregos e renda.

Para você entender como funciona as usinas desde o plantio até a moagem, elaboramos este post com informações imperdíveis. Confira!

Saiba quais são as principais diferenças nos processos produtivos do açúcar e etanol

Tanto o açúcar quanto o etanol são derivados da cana, ou seja, ambos necessitam da mesma matéria-prima. O que muda são as etapas e tecnologias utilizadas nas usinas nesse rentável ramo do agronegócio brasileiro.

Primeiramente, acontece o processo de extração das impurezas do caldo de cana por meio de peneiras que retiram diversos tipos de sólidos insolúveis, tais como areia, argila, bagacilho, entre outros.

Na sequência, vem o tratamento químico do caldo, removendo as sujeiras que não saíram totalmente no primeiro processo, incluindo a correção do pH, com o objetivo de evitar a decomposição da sacarose.

Nesse momento, o processo produtivo de usinas sucroalcooleiras se divide, pois o caldo tratado é enviado tanto para fabricação do açúcar quanto do etanol.

Veja como é produzido o açúcar

Com uma tonelada de cana, são produzidos cerca de 140 kg de açúcar, ou seja, os campos são bem amplos e ocupam áreas extensas dos municípios.

Tudo começa com a colheita, hoje totalmente mecanizada, separando a cana da palha. Depois, a cana é picada e transportada em caminhões.

Na usina, especialistas avaliam o teor de sacarose e encaminham o produto para moagem, passando pela etapa da sulfitação. Trata-se de uma reação que diminui a viscosidade do caldo, do xarope, das massas cozidas e dos méis. Tudo auxilia na evaporação e no cozimento.

O caldo mais rico em sacarose é direcionado à produção do açúcar, enquanto as moagens seguintes são fermentadas para a obtenção do etanol.

No caso do açúcar, há ainda a evaporação, cristalização, secagem e embalagem.

Entenda o processo de produção do etanol

No caso do etanol, uma tonelada de cana produz uma média de 86 litros do combustível.

O caldo obtido após a segunda moagem segue para pasteurização, recebendo um aquecimento e resfriamento, o que inclui um tratamento com cal e também a decantação.

Esse processo industrial passa ainda por trocadores de placas, utilizando água como fluido de resfriamento.

É importante destacar que as usinas aproveitam todas as partes da cana em um conceito conhecido como economia circular, o que inclui a geração de energia elétrica por meio da sobra do bagaço.

Descubra a importância da tecnologia nas usinas sucroalcooleiras

Como você percebeu, são vários processos desde o plantio até a produção tanto do açúcar quanto do etanol.

Por isso, a tecnologia é uma parceira fundamental nas usinas, seja no funcionamento dos maquinários, seja na gestão de todos os processos, indo desde a cadeia produtiva até a parte administrativa.

Assim, o processo produtivo de usinas sucroalcooleiras é uma das forças do agronegócio brasileiro que está na vanguarda da economia, tendo na tecnologia uma excelente maneira de otimização dos recursos, redução dos custos e aumento da produtividade.

E você, gostou do nosso post? Quer sempre acompanhar as nossas postagens? Então aproveite e curta agora mesmo a nossa página no Facebook!