Ficou Interessado?

Blog

Empresas de TIC ganham em produtividade e competitividade ao aderir a softwares de gestão integrada

 

Confira a matéria no Portal ERP

O mercado de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) brasileiro cresceu quase 50% nos últimos 10 anos, segundo a mais recente edição do “Insights Report – Panorama do Setor de Tecnologia da Informação e Comunicação”. O estudo conta com dados do primeiro semestre de 2021 e foi realizado pela Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação no Paraná (Assespro-PR), em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR). Por desenvolverem aplicações de TI inovadoras para os seus clientes, é de se imaginar que essas empresas empreguem também, soluções que alavanquem o seu processo interno de gestão  digital e os seus negócios. Mas, por paradoxal que pareça, essa realidade ainda não é um padrão no setor.

 

Segundo José Cláudio Oliveira, CEO da Procenge, por serem competentes no seu ramo, há uma ideia de que as empresas de TIC conseguem fazer essa gestão sem recursos especializados, oriundos de outras empresas de TI.

“Assim como empresas de outros setores, as de tecnologia da informação precisam se preocupar com a qualidade da gestão administrativa, financeira e contábil. Muitas ainda apresentam resistência em adotar um software especialista. Mas o nosso Pirâmide 360, faz a diferença na rotina e nos resultados. Ao adotarem essa ferramenta, os gestores passam a contar com mais organização, praticidade e informações preciosas para focarem nas decisões estratégicas”, explica.

É o que vem acontecendo com o Núcleo de Gestão do Porto Digital, um dos principais parques tecnológicos e ambientes de inovação do Brasil, que adotou a solução de gestão empresarial personalizada e integrada da Procenge.

“O ERP Pirâmide facilita muito o nosso dia a dia. Temos processos de controle, contábeis e fiscais realizados através da plataforma da Procenge. Durante a pandemia, conseguimos adaptar nossa operação para o home office e o Pirâmide nos ajudou a levar os sistemas para dentro da casa dos nossos colaboradores. Nos últimos anos, com o apoio do software, conseguimos integrar e otimizar alguns setores que utilizavam soluções diferentes dentro de um mesmo fluxo gerencial, principalmente nas áreas contábil e fiscal. Hoje, rodamos tudo no mesmo programa”, comenta Paulo Santos, gerente Administrativo Financeiro do Núcleo de Gestão do Porto Digital.

Por já contar com vários clientes na área de TIC e usar a própria solução na gestão do negócio, o software da Procenge tem conseguido acumular conhecimentos em regras de negócios e armazenar padrões de uso em seu fonte único. Essa inteligência faz toda a diferença para o resultado da gestão, já que as novas empresas de TI podem se beneficiar dos dados da plataforma, que possui décadas de experiência e funcionalidades perfeitamente afinadas com a solução do setor.

Além disso, a empresa deslocou o ERP do seu terreno de sistema integrado, apenas de back office, para um outro, que integra tudo: uma plataforma de back office com os aplicativos personalizados, associados com as atividades fim do usuário.

“Ele passa a ser uma plataforma de aplicações tradicionais que também oferece microsserviços já testados para a formulação de, e integração com, aplicativos personalizados. Tudo está associado a uma plataforma de desenvolvimento no code/ low code, intitulada Creator, reduzindo custos e prazos para disponibilização dessa personalização”, explica o CEO.

Entre os diferenciais e benefícios da solução estão CRM para gestão de clientes e propostas comerciais; EPM completo para gestão de projetos de desenvolvimento ou implantação; gestão de service desk, incluindo atendimento, suporte e manutenções corretivas e evolutivas; gestão de contratos com faturamento de receitas recorrentes e por medição; controle de receitas e despesas por centros de resultado; edição fácil de relatórios e dashboards; criação e edição sem conhecimento de programação para personalização integração de sistemas, entre outros.

“Em todas essas áreas o Pirâmide nos ajuda a controlar custos, imobilizado e na gestão financeira, seja no contas a pagar ou receber, bem como no controle das contas bancárias com conciliação das contas contábeis. Após a utilização do Pirâmide passamos a ter a informação de maneira rápida e precisa, o que nos auxilia na tomada de decisão utilizando os números apresentados. Hoje utilizamos o software não apenas na Cmtech, mas em mais duas empresas do Grupo o que facilita o entendimento dos números, pois estão todas em uma base única e formatados na mesma maneira”, detalha Claribenor Freitas Filho, CFO CMTech

De acordo com previsões da IDC para o mercado, as empresas de TIC devem crescer 7,1% este ano em relação a 2020 impactadas pelo aumento dos investimentos das empresas brasileiras em tecnologia. Para atender essa demanda, os gestores das empresas de TIC devem estimular a colaboração, a integração e a produtividade em todas as suas áreas. É possível usar o Pirâmide 360 como uma plataforma de comunicação entre os departamentos, integrando e preparando a empresa para atender as novas e crescentes necessidades do mercado. Saiba mais em https://tic.procengetecnologia.com.br/ ou www.procenge.com.br.