Ficou Interessado?

Blog

Descubra como melhorar o controle de qualidade na indústria de alimentos

Manter o controle de qualidade na indústria de alimentos é fundamental para garantir a segurança do consumidor em relação aos produtos fabricados. Afinal, é preciso cumprir as imposições da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que é a responsável por estabelecer as normas gerais a serem respeitadas pelas organizações atuantes no ramo alimentício.

Pelo fato de todas as etapas do processo gerarem algum tipo de risco ao alimento, é importante que uma boa estratégia seja implementada com o intuito de assegurar um controle de qualidade eficiente.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo com algumas dicas que você pode colocar em ação. Confira!

Elabore um plano de verificação por produto

Cada alimento produzido apresenta características próprias, o que exige certos cuidados específicos. Assim, nem sempre é viável estabelecer normas gerais de verificação e controle, já que isso pode não ser tão eficaz dependendo do produto.

Então, inicie o planejamento separando os alimentos em grupos de acordo com suas propriedades e fases de produção. Isso contribui para a organização das atividades, além de gerar um padrão e permitir a avaliação de pontos importantes de forma mais precisa.

Defina pontos de controle

Cada processo de produção necessita de pontos de controle ao longo de seu funcionamento. Por isso, é necessário deixar claro que o recomendável é equilibrar como essa tarefa vai ser desenvolvida. Assim, evita-se resultados que não correspondam aos padrões definidos e que comprometem o fluxo produtivo. Entre modelos de pontos de controle, podemos citar:

  • prazo de validade;
  • aspectos físicos dos ingredientes;
  • configuração das máquinas usadas no preparo e na cocção;
  • adequação dos ambientes;
  • manutenção dos equipamentos de armazenamento dos produtos fabricados.

Padronize os processos

A padronização dos processos causa a uniformidade dos produtos desenvolvidos. Além disso, garante o atendimento a todos os fatores básicos de segurança estabelecidos nas normas e na qualidade dos alimentos. Entre suas vantagens, estão:

  • otimização do tempo de produção;
  • eficácia dos processos;
  • minimização de perdas e desperdícios de matéria-prima;
  • segurança quanto ao cumprimento das exigências legais;
  • alinhamento do time em relação ao desempenho das funções;
  • simplicidade em encontrar pontos de melhoria.

Observe os indicadores de desempenho

Os indicadores de desempenho ajudam no estabelecimento de padrões de qualidade projetados em cada um dos pontos de controle. Dessa forma, possibilitam a análise e a validação dos alimentos em cada um deles. Por exemplo, em relação às características dos alimentos, podem ser verificados o peso, a cor, a temperatura, a dimensão, o sabor e até o odor.

Aposte na gestão unificada

A unificação e a integração dos processos operacionais são essenciais para que todos os objetivos da empresa quanto ao controle de qualidade na indústria de alimentos sejam alcançados.

Para que isso aconteça, é importante proporcionar treinamentos específicos para que os colaboradores consigam compreender todas as operações e como realizá-las. Alem disso, precisam atuar de forma alinhada nas etapas operacionais, atendendo a todas as especificidades dos padrões de qualidade.

Automatize os processos

A automatização dos processos de controle de qualidade pode ser feita por meio do uso de ferramentas tecnológicas, que colaboram para a gestão das atividades executadas nas indústrias de alimentos, tornando os procedimentos mais precisos e seguros.

No entanto, para usufruir de todos os benefícios que o avanço tecnológico pode propiciar, é necessário compreender as funcionalidades contidas no software para indústria e verificar se elas atendem às expectativas e demandas do negócio.

Acompanhe os resultados

O monitoramento dos resultados precisa ser feito de maneira frequente na indústria de alimentos. Ou seja, após estabelecer os padrões para fabricação, processos e demais fases, o acompanhamento deve ser usado para averiguar todas as métricas e os objetivos atingidos.

Para auxiliar nessa atividade, um software para indústria eficaz pode ser um bom aliado, já que, por meio dele, é possível gerar relatórios, números e avaliações corretas e que podem servir como base para a tomada das melhores decisões.

Agora que você entende a importância de prezar pelo controle de qualidade na indústria de alimentos, não deixe de colocar as dicas apresentadas em prática e garantir um processo seguro.

Além disso, o ideal é contar com um software que oferece a possibilidade de criar soluções customizadas e inovadoras que se adaptam à rotina e aos processos da indústria de alimentos.

O Pirâmide 360 é uma plataforma de gestão personalizável desenvolvida pela Procenge, empresa expert em sistemas de gestão integrada,  onde é possível criar soluções 100% aderentes ao negócio, inclusive processos não automatizados de controles de qualidade para indústria, por exemplo.

Este conteúdo sobre o controle de qualidade na indústria de alimentos foi útil? Quer conhecer um pouco mais das soluções disponibilizadas por nossa empresa? Então, entre em contato com a gente!

Sobre a Procenge

Somos uma empresa de TI com mais de 45 anos de mercado e fazemos parte do Porto Digital. Desenvolvemos soluções de gestão empresarial personalizadas para empresas de médio e grande porte em todo o Brasil. Nosso objetivo é colaborar com nossos clientes para transformar seus negócios de forma inovadora, gerando resultados sustentáveis.

Nossa principal solução é o Pirâmide 360, uma flexível plataforma de sistemas personalizados e integrados, capaz de atender as necessidades de transformação digital das empresas. Agende uma demonstração.